Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

Bipolaridade: O que é, tratamento

Na categoria de DSM-IV e CID-10, o disturbio Bipolar tem uma variação rapida de humor, fases maníacas ou hipomanias, hiparatividade, grande imaginação, e depressão de inibição, lentidão para dar ideia e realiza-las, ansiedade e/ou tristeza, grande alegria. Todos estes juntos são mais conhecidos como depressão maníaca. A pessoa pode chegar ao extremo da depressão ou euforia (hiperação), pode haver suicídio.

 

O transtorno bipolar do humor, é também da ciclotimia, a pessoa tem mudanças de humor repentinas, tem momentos de grande alegria e derrepende mudar e começar com situações de depressão, entre estes também pode haver momentos de normalidade. Mas não consiste de apenas "altos e baixos" como por exemplo estar alegre de manhã, normal á tarde e triste á noite, com este disturbio muda-mos de humor mesmo num curto espaço de tempo. Varia de uma pessoa para outra, tanto em intensidade como em duração, sendo grave, pode haver risco pessoal e material. Desde crianças até aos jovens por volta dos 14, embora nas crianças seja dificil deteta-lo, e também grande parte dos adultos por volta dos 15 aos 25 anos.

bipolar.jpg Bipolar image by Harlekin0

 

 

Depois do teste do THB (Transtorno de humor bipolar), chega a parte mais dificil para a pessoa e os seus familiares, saber se tem ou não THB. A preocupação do medico é o bem estar, em especial mentalmente, garantir que o doente fique incapacitado.

Os sintomas nem sempre são bem claros, quando depressivo ou hiperativo, até para quem convive com um bipolar ou para um medico que acompanha o doente, pode ser prevenido com reuniões com os paciente e parentes, mas o paciente deve ser o mais saberdor de tudo sobre a doença para assim tentar controlá-la.

 

O humor

Hiperativo: Saber lidar com este é decisivo e a maior dificuldade, o bipolar quase nunca percebe quando está hiperagitado e quando se apercebe recusa-se a aceitar. Quer aceite ou não, o bipolar gosta de estar euforico. Supporta bem os medicamentos, abusa de drogas, alcool, isso faz com que gaste suas economias e muitas vezes as dos outros, de uma forma desconltrolada, fica impulsivo, agitado, irritavel, desordeiro, sente grandiosidade, dorme pouco, fala muito e tem muitas ideias ao mesmo tempo, delirio, fica com grande desejo sexual, pode ficar anti-social, é comum manias como a preseguição, realização de sonhos (viagens, compras, etc.) primeiro parece algo normal mas o 'doente' sisma que seus sonhos têm de se realizar, este até pode chegar ao extremo do ciume.

 

Depressivo: Ao contrario de quando euforico, depressivo o bipolar sente-se deprimido, mais triste, pode ficar cansado mesmo sem fazer nada ou fazendo coisas simples e pode dormir mais, tem baixa auto-estima e sente-se muito inferior a outros, pode deixar de querer saber 'do mundo' e isolar-se de tudo e todos, nesta fase pode culpar-se por erros do passado e fracassos da vida actualmente, irritabilidade, lamenta-se e auto-recrimina-se, pode ficar com muito ou pouco apetite, perda na imunidade e isso deixa predisposto a contrair doenças, baixo apetite sexual e pode-se afastar de seu companheiro (se tiver), e têm muitas vezes pensamentos suicidas por causa de achar mal sua vida e não ter força para muda-la, o mais grave na depressão pode ser o suicidio porque a pessoa pode faze-lo. Por vezes manifestasse de forma psicossomatica, e assim apresenta doenças de causa psicologica que normalmente sao dores no corpo ou cabeça.

 

Tratamento

Cerca de 1,6% da população é afetada pela bipolaridade, mas isto hoje é tratavel. As más trocas de humor podem ser controladas por medicamentos, e com carbonato de litio (antigo mas ainda em uso). Como a doença se manifesta na muito nos dois polos (depressão e euforia) hoje á remedios de ultima geração que têm sucesso para os dois, usualmente são anti-depressivos. O normal nos bipolares é que são pessoas que se destacam nas actividades que praticam, principalmente nas pessoas que exercem artes (musica, representar, pintar...). Se o bipolar se tratar, com os medicamentos adequados, bem tomados e apoio psicologico profissional, ultrapassa bem o problema, mas é muito importante, não só a vontade do paciente, mas tambem o apoio da familia e/ou amigos.

 

Tratamento ocupacional

Também há precoce tratamento para os pacientes crônicos em hospitais-dia, onde se faz terapias ocupacionais de dia e á noite se volta para casa.

 

**Há pessoas, emfim, uns inuteis quais quere, que descriminam pessoas bipolares, normalmente quando depressivos, nos chamam de preguiçosos, e quando se tenta desabafar com alguém ainda nos tratam mal dizendo que nos estamos sempre a lamentar.**

Sábado, 12 de Dezembro de 2009

Que estranho! 8|

Simplesmente vejam as imagens aseguir...

 

Bem, há quem goste

 

E o cristo sou eu?!

 

Ela pode não ser boa, mas os rapazes de lá... ui!

 

Ela é bonita, elas são tristes...

brava-gente-brasileira08.jpg

 

Descobri que a casa de banho das mulheres, não pelas mãos parecerem de mulher, não por estar limpa mas... pela torneira

 

Tanta gente!

 

Quando a mosca pegou

 

Naqueles dias em que ele não sabe p'ra que lado se hade virar

 

E temos nós que levar com isto...

BY: Lisa Rocky às 14:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

»Eu ...

»Pesquisar neste blog

 

»Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


»Posts recentes

» Peixeirada e pancadaria v...

» Frases com humor!

» FLAGRAS? ONDE?!

» Bipolaridade: O que é, tr...

» Que estranho! 8|

» RomanticóPimbaPop 2

» Nerd és tu!

» Nomes estranhos

» Zás, en toda la boca

» Beijos e mulheres, 1 2 3 ...

»Arquivos

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Novembro 2009

» Outubro 2009

» Setembro 2009

»Tags

» todas as tags

blogs SAPO

»subscrever feeds