Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

Bipolaridade: O que é, tratamento

Na categoria de DSM-IV e CID-10, o disturbio Bipolar tem uma variação rapida de humor, fases maníacas ou hipomanias, hiparatividade, grande imaginação, e depressão de inibição, lentidão para dar ideia e realiza-las, ansiedade e/ou tristeza, grande alegria. Todos estes juntos são mais conhecidos como depressão maníaca. A pessoa pode chegar ao extremo da depressão ou euforia (hiperação), pode haver suicídio.

 

O transtorno bipolar do humor, é também da ciclotimia, a pessoa tem mudanças de humor repentinas, tem momentos de grande alegria e derrepende mudar e começar com situações de depressão, entre estes também pode haver momentos de normalidade. Mas não consiste de apenas "altos e baixos" como por exemplo estar alegre de manhã, normal á tarde e triste á noite, com este disturbio muda-mos de humor mesmo num curto espaço de tempo. Varia de uma pessoa para outra, tanto em intensidade como em duração, sendo grave, pode haver risco pessoal e material. Desde crianças até aos jovens por volta dos 14, embora nas crianças seja dificil deteta-lo, e também grande parte dos adultos por volta dos 15 aos 25 anos.

bipolar.jpg Bipolar image by Harlekin0

 

 

Depois do teste do THB (Transtorno de humor bipolar), chega a parte mais dificil para a pessoa e os seus familiares, saber se tem ou não THB. A preocupação do medico é o bem estar, em especial mentalmente, garantir que o doente fique incapacitado.

Os sintomas nem sempre são bem claros, quando depressivo ou hiperativo, até para quem convive com um bipolar ou para um medico que acompanha o doente, pode ser prevenido com reuniões com os paciente e parentes, mas o paciente deve ser o mais saberdor de tudo sobre a doença para assim tentar controlá-la.

 

O humor

Hiperativo: Saber lidar com este é decisivo e a maior dificuldade, o bipolar quase nunca percebe quando está hiperagitado e quando se apercebe recusa-se a aceitar. Quer aceite ou não, o bipolar gosta de estar euforico. Supporta bem os medicamentos, abusa de drogas, alcool, isso faz com que gaste suas economias e muitas vezes as dos outros, de uma forma desconltrolada, fica impulsivo, agitado, irritavel, desordeiro, sente grandiosidade, dorme pouco, fala muito e tem muitas ideias ao mesmo tempo, delirio, fica com grande desejo sexual, pode ficar anti-social, é comum manias como a preseguição, realização de sonhos (viagens, compras, etc.) primeiro parece algo normal mas o 'doente' sisma que seus sonhos têm de se realizar, este até pode chegar ao extremo do ciume.

 

Depressivo: Ao contrario de quando euforico, depressivo o bipolar sente-se deprimido, mais triste, pode ficar cansado mesmo sem fazer nada ou fazendo coisas simples e pode dormir mais, tem baixa auto-estima e sente-se muito inferior a outros, pode deixar de querer saber 'do mundo' e isolar-se de tudo e todos, nesta fase pode culpar-se por erros do passado e fracassos da vida actualmente, irritabilidade, lamenta-se e auto-recrimina-se, pode ficar com muito ou pouco apetite, perda na imunidade e isso deixa predisposto a contrair doenças, baixo apetite sexual e pode-se afastar de seu companheiro (se tiver), e têm muitas vezes pensamentos suicidas por causa de achar mal sua vida e não ter força para muda-la, o mais grave na depressão pode ser o suicidio porque a pessoa pode faze-lo. Por vezes manifestasse de forma psicossomatica, e assim apresenta doenças de causa psicologica que normalmente sao dores no corpo ou cabeça.

 

Tratamento

Cerca de 1,6% da população é afetada pela bipolaridade, mas isto hoje é tratavel. As más trocas de humor podem ser controladas por medicamentos, e com carbonato de litio (antigo mas ainda em uso). Como a doença se manifesta na muito nos dois polos (depressão e euforia) hoje á remedios de ultima geração que têm sucesso para os dois, usualmente são anti-depressivos. O normal nos bipolares é que são pessoas que se destacam nas actividades que praticam, principalmente nas pessoas que exercem artes (musica, representar, pintar...). Se o bipolar se tratar, com os medicamentos adequados, bem tomados e apoio psicologico profissional, ultrapassa bem o problema, mas é muito importante, não só a vontade do paciente, mas tambem o apoio da familia e/ou amigos.

 

Tratamento ocupacional

Também há precoce tratamento para os pacientes crônicos em hospitais-dia, onde se faz terapias ocupacionais de dia e á noite se volta para casa.

 

**Há pessoas, emfim, uns inuteis quais quere, que descriminam pessoas bipolares, normalmente quando depressivos, nos chamam de preguiçosos, e quando se tenta desabafar com alguém ainda nos tratam mal dizendo que nos estamos sempre a lamentar.**

BY: Lisa Rocky às 17:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
 O que é?
2 comentários:
De Bárbara a 3 de Maio de 2010 às 13:21

Considero importante que as pessoas tenham conhecimento da existência da perturbação da Bipolaridade, as pessoas que desconhecem geralmente são mais intolerantes e incapazes de sentir-se atentas ao impacto das suas manifestações.

As pessoas com Bipolaridade podem ter muitas fases em que ficam susceptíveis e muitas vezes fazem associações entre vários acontecimentos do seu dia-a-dia, criando uma envolvência negativa em tudo o que as pessoas lhes dizem. Tanto podem dizer mal do mundo e de alguém em particular como noutro dia colocar essa pessoa num pedestal e olhar para o mundo como estando cheio da facilidades.

Ajudar estas pessoas é fazer com que nos respeitem, não deixar que elas exagerem ao verem em nós os salvadores da pátria, nem pelo contrário pensarem que somos os maus da fita.

É uma grande lição de vida conseguir o respeito de de alguém que nem sempre se sabe respeitar a si mesmo, que tanto é capaz de amar alguém como o ar que respira, como de desprezar a própria vida.

Desejo que todos os que passarem por algo semelhante se lembrem que existe sempre uma esperança para equilibrar a balança das emoções e encontrar um sentido para a vida. Muitas pessoas por não saberem entender o que se passa, nem todos sabem o que é sentir o coração apertado, muitos têm preconceitos sobre as doenças psiquiátricas e acham que viver é competir pela melhor imagem e pela melhor posição social, ou pela capacidade de se mostrar na "mó de cima" de todas as situações.

Mas acreditem que o que interessa é o Vosso bem-estar e a Vossa realização pessoal, é apenas deixar de tentar competir pelo vício e procurar outras opções saudáveis e que realmente tragam satisfação a longo prazo e para toda uma vida.

Eu sei que é mt mais simples falar... mas os medicamentos podem dar uma ajudinha nos momentos mais dificeis !





De Lisa Rocky a 3 de Maio de 2010 às 20:34
Obrigado pelo comment.
Eu sou bipolar e por isso postei isto, e sim é mau viver com esta 'coisa'
(Se tens blog ou algo assim, pf deixa, para eu enviar uma mensagem)
Bjs


Comentar

»Eu ...

»Pesquisar neste blog

 

»Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


»Posts recentes

» Peixeirada e pancadaria v...

» Frases com humor!

» FLAGRAS? ONDE?!

» Bipolaridade: O que é, tr...

» Que estranho! 8|

» RomanticóPimbaPop 2

» Nerd és tu!

» Nomes estranhos

» Zás, en toda la boca

» Beijos e mulheres, 1 2 3 ...

»Arquivos

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Novembro 2009

» Outubro 2009

» Setembro 2009

»Tags

» todas as tags

blogs SAPO

»subscrever feeds